segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Bônus por desempenho - Gerente operacional

Um dia desses, respondendo a um amigo sobre como remunerar o desempenho de um Gerente de Logística, acabei listando um punhado de fatores (que eu creio não esgotem o assunto), mas que quero compartilhar aqui.

Eu penso que o Gerente é o responsável primeiro pelo desempenho do seu grupo e de sua operação. Desse modo deve ter influência positiva sobre todo os indicadores de desempenho.

Assim, eu creio que os seguintes índices deveriam compor o seu conjunto de indicadores pessoais de desempenho:

  • Erros de separação;
  • Erros procedentes de clientes;
  • Absenteísmo;
  • Turnover;
  • Acidentes;
  • Disponibilidade de equipamentos;
  • Volume (m³) recebidos (idem para expedidos)per capita;
  • Produtividade no processamento dos pedidos (m³ x hora x homem)

Assim como metas de "Custo operacional total", Índices de "satisfação dos clientes", "Pronta resposta" às solicitações, etc...

Portanto para compor um bônus ao Gerente será legal uma métrica que faça um combo entre esses diversos fatores.

É claro que cada um desses parâmetros terá pesos diferentes. Eu privilegiaria as metas de venda, de acuracidade do estoque, de atendimento aos prazos de entrega, e da qualidade (não erros) mas sem esquecer os fatores acima que medem bem o quanto de comprometimento o gerente está conseguindo tirar do seu pessoal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário