terça-feira, 13 de outubro de 2009

Notas sobre o sucesso

Desde 1984, realiza-se nos Estados Unidos um evento chamado TED (de Tecnologia, Entretenimento, Design) que tem como missão espalhar idéias de valor entre os participantes.
Hoje em dia, é realizado em vários lugares do mundo e não se limita apenas às 3 áreas originais. No Brasil, o Ricardo Jordão da BizRevolution promoveu um evento semelhante em Março, que ele chamou de EPICENTRO.
O que está no link é um vídeo de 3 minutos em que Richard St. John, da empresa de marketing St. John group delineia o que ele chama de 8 passos para o sucesso. A palestra dele é um fantástico exemplo de concisão e é bastante inspiradora.

Entre outras coisas eu posso destacar:
  • O que tiver de fazer, faça com paixão;
  • Tenha determinação;
  • Seja o melhor naquilo que se propõe a fazer;
  • Persista (mesmo diante das falhas e de outras "merdas";
  • etc...




Embora disponível no link, para os mais preguiçosos, leia abaixo a transcrição:

Esta é uma apresentacão de 2 horas que eu dou a estudantes, condensada em 3 minutos. Tudo comecou num avião, voando rumo a uma TED, sete anos atrás. Sentada ao meu lado estava uma estudante secundarista, uma adolescente, e ela vinha de uma familia bem pobre Ela queria fazer algo de importante na vida e me fez uma pergunta simples. "O que leva alguém a ter sucesso?" E eu me senti realmente mal, porque eu não consegui dar uma boa resposta à ela. Então, eu sai do avião e vim para a TED. E eu pensei, "Nossa, estou no meio de muita gente bem-sucedida, porque eu não pergunto à eles o que os ajudou a ter sucesso, e ensino isto aos estudantes?" Portanto, aqui estamos, 7 anos e 500 entrevistas depois, e eu vou contar à vocês o que realmente leva ao sucesso, e faz os TEDers bons A primeira coisa é paixão. Freeman Thomas disse, "eu sou movido pela minha paixão". TEDers fazem as coisas por amor, não por dinheiro. Carol Coletta disse, "eu pagaria a uma pessoa para fazer o que eu faço" E o interessante é que se você faz as coisas por amor, o dinheirovem junto "Trabalho!", me disse o Rupert Murdoch. "No final, é trabalho duro, sempre" "Nada vem facilmente, mas eu me divirto muito". Ele disse diversão? O Rupert? Sim! Os TEDers se divertem trabalhando. E trabalham duro. Eu me dei conta, eles não são viciados em trabalho. Eles são brincalhões no seu trabalho. Alex Garden diz "Bom! Para ter sucesso você tem que enfiar o nariz em alguma coisa, e se tornar extraordinariamente bom nela" Não há mágica. É praticar, praticar, praticar E manter o foco. Norman Jewison me disse, "eu acho que tem a ver com se focar em uma coisa" E se esforçar! David Gallo disse, "esforce-se, fisicamente, mentalmente, você tem que se esforçar, se esforçar, se esforçar" Você te que se esforçar contra a timidez e a insegurança Goldie Hawn disse, "eu sempre tive inseguranças, de que eu não era boa o suficiente, esperta o suficiente, e eu não achava que eu ia chegar lá". Mas não é fácil ficar sempre se esforçando, e é por isto que inventaram as mães Frank Gehry me disse, "A minha mãe me estimulava" Servir! Sherwin Nuland disse, "é um privilégio servir, como médico". Um monte de garotos dizem que querem ser milionários e a primeira coisa que eu digo à eles é, "OK, mas você não deve querer só para você, você tem que dar aos aos outros algo de valor, Porque é assim que as pessoas ficam realmente ricas". Idéias. O TEDer Bill Gates disse, "eu tinha uma idéia- - fundar a primeira empresa de programas para micro-computadores". Eu diria que esta foi uma ótima idéia E não há mágica na criatividade para ter estas idéias, é so ir fazendo umas coisas bem simples. Eu dou um monte de provas disto. Persistir. Joe Kraus disse, "Peristência é a razão número um para o sucesso". Você tem que persistir quando falha, Persistir em meio a merda! O que , é claro, significa: "criticas, rejeição, babacas e pressão". -risadas- A grande resposta à esta questão é simples: Pague 4000 dólares e venha à TED Se isto não der certo, faça as 8 coisas- e confie em mim- estas são as oito grandes coisas que levam ao sucesso. Muito obrigado, TEDsters, pelas entrevistas!

Vale a pena pesquisar também as outras palestras. Há coisas surpreendentes para reflexão.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Idéias de baixo custo para melhorar o uso de seu espaço de armazenagem

Frequentemente sou questionado por gerentes de armazéns congestionados, sobre como fazer para ganhar algum fôlego.

O congestionamento nos armazéns ocorre muitas vezes por um excesso de compras, ou porque as vendas não alcançaram as metas, bem como para fazer frente a um pico sazonal. No entanto, e quase sempre, embora congestionados nem sempre a ocupação volumétrica é boa nesses locais.

Se você está com problemas desse tipo, antes de pensar em trocar de armazém, ou contratar mais área, comece por aproveitar as oportunidades de melhorias pequenas e de baixo custo, que com certeza não exigirão muito esforço ou investimento, mas que poderão resultar num bocado de ganho de espaço:

  • Reavalie seus padrões de paletização. Qualquer desperdício da superfície ou volume do pálete, é também um desperdício do seu espaço de armazenagem. Assegure-se que os seus padrões de paletização, são de fato os mais eficientes verificando se há possibilidade de rearranjar fisicamente as caixas nas camadas. Veja também se suas caixas podem ser paletizadas pela sua lateral ao invés de pela base. Isso poderá resultar num expressivo ganho de caixas por pálete. Existe uma técnica específica para não sobrecarregar as caixas empilhadas lateralmente. A Clínica Logística www.clinicalogistica.com.br poderá auxiliá-lo na melhoria desses padrões.

  • Além disso, o modo como você armazena seus páletes tem um profundo impacto sobre a utilização de seu espaço. Por exemplo:. Quanto espaço livre existe entre o topo dos seus páletes e a próxima longarina do porta-pálete, além daquele estritamente necessária para a manobra segura da empilhadeira?

  • Considere o melhor aproveitamento do pé-direito. Em minhas consultas, já vi casos em que foi possível ganhar um nível adicional nos porta-páletes, apenas adequando os padrões de paletização e as alturas dos nichos dos porta-páletes.

  • Elimine materiais desnecessários. Um armazém é uma verdadeira “curva de rio” para itens que ninguém sabe o que fazer com eles. Vão se acumulando sem dó! Gerentes de armazém tem sido incumbidos de armazenar equipamentos velhos, arquivo morto, pneus e peças de reposição da frota, e até mesmo decorações natalinas de anos anteriores. Tudo aquilo que não é material ativo, mas que por quaisquer circunstâncias deve ficar no armazém, deve ser segregado em áreas limitadas, tais como junto de pilares, sob escadas, e outras obstruções em que não seja possível armazenar um pálete.

  • Se você não puder encontrar locais desse tipo suficientes para armazenar este tipo de material, sugiro transferi-los para um armazém externo.
    Muitas vezes, os diretores da empresa simplesmente não percebem quais os custos de manter esses itens armazenados até receber a fatura do armazém contratado. Quando vêem o preço, acabam decidindo que os itens não são valiosos o suficiente para mante-los guardados.

  • Encontre espaços “não convencionais” para armazenagem. Use essas áreas para armazenar itens de menos importância. Por exemplo, um amigo meu que é Gerente de um CD, começou a guardar seu estoque de filme stretch sob os transportadores e sob as bancadas da área de embalagem em que são utilizados. Isso resultou na disponibilidade de duas posições pálete sem nenhum custo adicional.

  • Venda seu excedente de inventário. Você prefere recuperar parte de seu custo, ou deixá-lo juntando poeira, tomando espaço, e perdendo qualidade em seu armazém?

  • Com relação ao excesso de estoque relacionado a produtos sazonais, verifique a possibilidade de usar os corredores de seu armazém. Há uma técnica bastante eficiente para isso:
  1. Escolha primeiro um corredor curto ou um fundo de corredor;

  2. Escolha um produto que tenha um grande lote, com datas de validade próximas, bem como que não exijam um controle rígido de FIFO;

  3. Remaneje o estoque desse produto para os porta-páletes do corredor escolhido;

  4. Após ter preenchido todos as posições de porta-páletes, passe a emblocar os demais páletes no corredor até o limite de sobreposição;

Desse modo, esse corredor do seu armazém passa a ser um bloco profundo de armazenagem liberando posições pálete para os demais produtos.


Espero que essas dicas possam contribuir para a melhoria da ocupação de seus armazéns.