terça-feira, 10 de novembro de 2009

Maior pé-direito é sempre vantajoso?

Essa é uma questão que quase sempre assombra os empreendedores na hora de construir um novo armazém, encantados com a conexão entre altura de armazenagem e atualização tecnológica.

Eu já ouvi por aí que as paredes são a parte mais barata do prédio e que, desse modo, elevar sua altura é sempre vantajoso, já que a área de piso e de cobertura permanecem as mesmas.
Só que na realidade a coisa não é tão simples. A partir de uma certa altura o vento passa a ser um componente importante no dimensionamento da estrutura predial e exigirá um novo dimensionamento de pilares e da estrutura da cobertura.

Além disso, o uso intensivo de um pé-direito elevado fará com que a carga sobre o piso seja aumentada, além do que exigirá planicidade e regularidade muito mais rigorosas quanto maior for a altura de elevação. Isso aumentará o custo por m² do piso.

Provavelmente haverá necessidade da instalação de um sistema automático de combate a incêndio (sprinklers);

O sistema de iluminação terá de ser mais potente para oferecer o mesmo grau de iluminamento e conforto;

A estrutura porta-páletes terá de ser reforçada, além de alinhada e nivelada com critérios mais rígidos, o que também poderá ter reflexo nos custos do projeto e na instalação.

Embora a diferença entre diversas alternativas de elevação não onere significativamente o preço das empilhadeiras, há de se considerar que quanto maior a altura menor será a capacidade residual, além do que, invariavelmente haverá um consumo adicional de tempo para elevar e baixar os seus páletes. Para superar essa perda você provavelmente terá que superdimensionar o equipamento em quantidade e capacidade.

Se houver necessidade de uma reposição do equipamento por qualquer motivo, será mais difícil encontrar um outro no mercado para substituição ou locação.

Portanto, veja que a melhor alternativa para seu armazém é uma composição complexa de diversos fatores concorrentes, tanto os construtivos quanto aqueles que dizem respeito à operação em si. Por exemplo: Se sua operação demanda muito picking e pouco volume de armazenagem por SKU, e se o processamento de seus pedidos não é mecanizado/automatizado, você não precisará necessariamente de um prédio alto.

Uma boa análise prévia à definição do prédio fará você economizar um bocado de dinheiro em seu projeto.

Ligue-me! Terei grande satisfação se puder ajudá-lo em suas decisões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário