quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Como melhorar a sua separação de mercadorias - complemento

Depois do artigo postado no dia 19, chegaram-me algumas perguntas sobre o assunto que me fizeram complementá-lo, sobre como obter ganhos se ainda não há leitores de códigos de barra na operação?

Considerando que em alguns armazéns, de 30% a 40% da força de trabalho está alocada na área de separação (ou apanha) de mercadorias, essa é uma área excelente para se conseguir ganhos de produtividade.
Ganhos de 10% são comuns por conta de pequenas melhorias e até 20% ou 30% não são raros.
E isso considerando que o incremento tecnológico não é absolutamente necessário para se obter ganhos.

Como posso melhorar a produtividade?
Não há um único modo correto para separar mercadorias, no entanto alguns cuidados são importantes, por exemplo:

  • Elimine os itens fora de estoque da sua lista de separação. Não é o separador que deve descobrir se o item existe ou não! Procurar por um item inexistente faz o separador consumir um adicional de até 30% do tempo que seria gasto normalmente.
    E isso sem contar que, quando isso acontece, sempre um separador pergunta para um outro e a perda se espalha.

  • Dê endereços únicos para todos os seus produtos. Pode até ser que sejam dois produtos diferentes ocupando um mesmo local, porém cada um deles deve ter o seu próprio endereço.

  • Forneça esses endereços na lista de separação de forma que formem um caminho lógico. Cerca de 80% do trabalho de separação consiste em deslocamento entre os endereços. Reduzir distâncias significa aumentar a produtividade.

  • Separe a lista em páletes completos, caixas completas, e frações de caixa.

  • A lista de separação deve ser um documento fácil de ler. Esqueça fontes muito pequenas ou impressões de má qualidade. Evite também colocar na lista de separação aquelas informações que não sejam absolutamente necessárias para a tarefa (tipo: fornecedor do item, cliente, preço, etc...).

  • Esqueça o uso de escadas. Além do risco de acidentes, aumentam a fadiga do pessoal e acabam com a produtividade.
    Coloque seus produtos nos endereços de forma ergonômica evitando que o separador precise abaixar-se ou esticar-se para alcançar as caixas.
    Em prateleiras, os produtos de maior rotatividade devem ficar situados entre a cintura e o ombro dos separadores

  • Quando houver mais do que um produto no mesmo local (lembre-se de dar endereços diferentes), não deixe que as pilhas se toquem. Rearrumar pilhas é tempo improdutivo.

  • Contagens ou pesagens também são tempos improdutivos. Procure apresentar os produtos na forma como deverão ser coletados. Se for preciso faça as pesagens ou contagens previamente, padronizando suas unidades de venda. Isso, além de lhe proporcionar uma vantagem competitiva irá reduzir o seu custo operacional.

  • As quantidades por caixa ou pálete de um mesmo produto devem ser padronizadas para evitar erros.


E como contratar o pessoal adequado?
Do ponto de vista do profissional que você está contratando, atente para suas características e habilidades:

  • Sabe ler?
  • Não tem problemas de visão?
  • Estão treinados na lógica do seu endereçamento?
  • Seu supervisor conhece suficientemente o trabalho para poder orientar seus comandados?
  • Seus operadores de empilhadeira são habilitados?


E quanto às suas instalações:

  • O layout facilita a supervisão?

  • A sua área de separação é ampla o suficiente para não provocar congestionamento de pessoal, equipamentos, ou mercadorias?

Se você tem dúvida quanto a isso eu lhe pergunto: Quão rápido você consegue andar num corredor obstruído por restos de papelão, caixas espalhadas, ou sujo de óleo que vazou dos seus equipamentos mal mantidos?

Vejam portanto que: organização, métodos de trabalho adequados, um bom layout, pessoal qualificado e supervisão competente, poderão fazer aumentar sua produtividade antes de pensar no “upgrade” de sua tecnologia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário